Andressa Bernardi
Laboratório de Inflamação/IOC/FIOCRUZ
Palestra indefinida | Tema sugerido: "Nanotecnologias & Fármacos: sistemas nanoestruturados e os medicamentos do século XXI"




Andressa Bernardi - IOC/Fiocruz
Laboratório de Inflamação - Instituto Oswaldo Cruz
Palestra indefinida | Tema sugerido: "Fármacos: sistemas nanoestruturados e os medicamentos do século XXI"

Possui graduação em Farmácia (2004) com ênfase em Análises Clínicas (2006) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Mestrado (2006) e Doutorado (2009) em Ciências Biológicas: Bioquímica pela mesma Universidade. Realizou seu Pós-Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da Faculdade de Farmácia/UFRGS (2009-2012) sob supervisão da Profa. Dra. Sílvia Stanisçuaski Guterres. Atualmente é Pesquisadora (Perfil: Nanotecnologias Aplicadas à Área Biomédica) do Instituto Oswaldo Cruz (IOC) na Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). É orientadora permanente no Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular da FIOCRUZ (PPGBCM) e colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da UFRGS (PPGCF). Tem experiência nas áreas de Bioquímica, Farmacologia e Nanotecnologia, com ênfase no estudo de novos fármacos com potencial efeito antitumoral e neuroprotetor. Seus atuais projetos de pesquisa tem como principal objetivo a utilização da nanotecnologia como ferramenta para a vetorização de fármacos. Os principais temas abordados nos trabalhos de pesquisa científica incluem: avaliação biológica de sistemas nanoestruturados para a vetorização de fármacos, mecanismos e vias de sinalização celular envolvidos na proliferação e invasão de gliomas, Doença de Alzheimer, Isquemia cerebral, neuroproteção e inflamação.


Felipe Siqueira de Souza da Rosa
IF/UFRJ
Palestra: "Forças dispersivas e emissão espontânea na presença de grafeno"




Felipe Siqueira de Souza da Rosa - IF/UFRJ
Instituto de Física
Palestra: "Forças dispersivas e emissão espontânea na presença de grafeno"

Graduei-me (2001) e doutorei-me (2006) em Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Depois de um estagio de pós-doutoramento Laboratorio Nacional de Los Alamos, nos EUA, e posteriormente no Instituto de Ótica, na França, me encontro atualmente no Instituto de Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IF-UFRJ), onde sou Professor Adjunto. Atuais interesses: forças dispersivas, forças em colóides, transferência de calor na nanoescala.


Fernando Galembeck
LNNano/CNPEM
Palestra: "Nanotecnologia e Inovação"




Fernando Galembeck - LNNano/CNPEM
Laboratório Nacional de Nanotecnologia / Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais
Palestra: "Nanotecnologia e Inovação"

Graduado em Química pela Universidade de São Paulo (FFCL, 1964) e Doutor em Química (Físico-Química, USP, 1970), realizou pós-doutorado nas Universidades do Colorado (1972-3) e da Califórnia (Davis, 1974). Foi Professor Titular da Universidade Estadual de Campinas, aposentando-se em 2011 quando se tornou Professor Convidado. Leciona disciplinas de Colóides e Superfícies, Polímeros, Química Aplicada, Físico-Química, Química Geral e Microscopia. Em Julho de 2011 assumiu a Direção do Laboratório Nacional de Nanotecnologia, no Centro Nacional de Pesquisas em Energia e Materiais, em Campinas. Iniciou suas atividades de pesquisa com Pawel Krumholz, trabalhando depois em Biofísico-Química, Colóides e Superfícies, publicando seu primeiro trabalho sobre nanopartículas em 1978. Os trabalhos mais recentes tratam de problemas de superfícies de polímeros, adesão e molhabilidade, interações entre partículas coloidais e nanopartículas, formação e propriedades de nanocompósitos, propriedades de sólidos não-cristalinos, especialmente os fosfatos de alumínio, mecanismos de eletrização de isolantes, triboeletricidade e tribologia. Fez contribuições metodológicas em microscopias analíticas, eletrônicas e de sondas e em técnicas de separação baseadas em membranas. Vários dos ex-colaboradores são hoje professores destacados em universidades brasileiras e no Exterior, ou pesquisadores em centros de pesquisas ou empresas industriais. Das teses orientadas, uma recebeu o prêmio Carl Marvel (UFRJ), outra recebeu o prêmio Capes (2005). Depositou 18 patentes das quais 7 foram licenciadas. Três produtos baseados nessas patentes foram lançados no mercado. Mantém vários projetos com empresas, tratando principalmente da criação e desenvolvimento de novos materiais avançados e processos de fabricação. Exerceu funções dirigentes na Unicamp, MCT, CNPq, ABC, SBQ, SBPC e SBMM, de assessoria e planejamento na Fapesp, MCT, CNPq e Capes e de consultoria em várias empresas. Participou da concepção, elaboração e implementação do PADCT, que revolucionou a área de Química no Brasil, como coordenador do grupo de Química e Engenharia Química e depois como membro do Grupo Especial de Acompanhamento. Obteve numerosos prêmios: Retorta de Ouro (SIQUIRJ), Fritz Feigl (CRQ-4), Simão Mathias e Inovação (SBQ), Inovação (Abiquim), Eloísa Mano (ABPol), Pelúcio Ferreira (Finep), Personalidade de Tecnologia do Ano (Sindicato dos Engenheiros de SP), o Prêmio Álvaro Alberto de Ciência e Tecnologia (CNPq/Wessel), o maior da ciência e tecnologia brasileiras, o Prêmio Anísio Teixeira, do MEC e a President's Appreciation Award da Electrostatic Society of America.


Gelza de Moura Barbosa
Marinha do Brasil
Palestra: "Utilização de nanotubos de carbono e grafeno em dispositivos de microondas"




Gelza de Moura Barbosa - Marinha do Brasil
Centro de Manutenção de Sistemas da Marinha
Palestra: "Utilização de nanotubos de carbono e grafeno em dispositivos de microondas"

Possui doutorado em Engenharia Elétrica com linha de pesquisa em Eletromagnetismo Aplicado na PUC-Rio (2014) e mestrado em Engenharia Elétrica com ênfase em Telecomunicações pelo Instituto Militar de Engenharia (2005). Possui graduação em Engenharia Elétrica com ênfase em Eletrônica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1989). Tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em Telecomunicações, trabalhando desde 1990 com sistemas de microondas e outros sistemas eletrônicos. Interesses atuais em aplicações de grafeno e nanotubos de carbono em dispositivos de microondas.


Lionel Fernel Gamarra Contreras
Hospital Albert Einstein
Palestra: "Grandes possibilidades em pequenas dimensões: Nanomedicina"




Lionel Gamarra Contreras - Hospital Albert Einstein
InCe/IIPEPAE (Instuto do Cérebro - Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa)
Palestra: "Grandes possibilidades em pequenas dimensões: Nanomedicina"

Possui graduação em Bacharel Em Física pela Universidad Nacional Federico Villarreal, Peru (1998) com mestrado e doutorado em física pela Universidade de São Paulo e pós- doutorado pelo Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein . Desenvolve projetos em 5 linhas de pesquisa: (i) Desenvolvimento de biomateriais e biomarcadores para fins diagnósticos e terapêuticos de disfunções cerebrais; (ii) Desenvolvimento de estudos do efeito terapêutico de células-tronco marcadas com nanomateriais; (iii) Desenvolvimento da terapia de magneto hipertermia aplicado a tumores do SNC; (iv) Análise e simulações computacionais direcionados ao desenvolvimento de estudos neuro-oncológicos; e (v) Estudos in vivo e in vitro mediante a Imagem Molecular utilizando a técnica de Imagem por Ressonância magnética.


José Geraldo de Melo Furtado
CEPEL/DTE
Palestra: "Geração e armazenamento energético com elevada eficiência em células a combustível"




José Geraldo de Melo Furtado - CEPEL/DTE
Centro de Pesquisas de Energia Elétrica / Departamento de Tecnologias Especiais
Palestra: "Geração e armazenamento energético com elevada eficiência em células a combustível"

Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997), mestrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais pela COPPE (Coordenação dos Programas de Pós-graduação em Engenharia) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001) e doutorado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais, também pela COPPE da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005). Atualmente, e desde julho de 2002, é pesquisador do Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (CEPEL). Tem experiência nas áreas de Engenharia Química e de Engenharia de Materiais e Metalúrgica, com ênfase em Materiais Conjugados Não-Metálicos, Cerâmicos e Semicondutores, atuando principalmente nos seguintes temas: eletrocerâmicas, cerâmicas varistoras, caracterização microestrutural e elétrica de materiais, microscopia; além de células (pilhas) a combustível, eletroquímica, baterias, tecnologias do hidrogênio, produção e purificação de biogás para uso energético, estudos de modelagem, simulação e controle de sistemas de células a combustível, análise energética e avaliação econômica de projetos e processos, ciências térmicas. Sócio da ABM (Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais), da SBPMat (Sociedade Brasileira de Pesquisa em Materiais), da ACERS (American Ceramic Society), da SBMM (Sociedade Brasileira de Microscopia e Microanálise) e do CIGRÉ (International Council on Large Electric Systems).


José Mauro Granjeiro
INMETRO
Palestra indefinida | Tema sugerido: "Legislação: metrologia e toxicologia em nanoescala e a regulamentação da Nanotecnologia"




José Mauro Granjeiro - INMETRO
Palestra indefinida | Tema sugerido: "Legislação: metrologia e toxicologia em nanoescala e a regulamentação da Nanotecnologia"

É graduado em Odontologia pela Universidade de São Paulo (1989), mestre em Biologia Celular e Estrutural pela Universidade Estadual de Campinas (1994) e doutor em Química pela Universidade Estadual de Campinas (1998). Realizou estágio pós-doutor em Biologia Celular e Molecular no Insitituto de Química da USP (1999-2000). No INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), é Pesquisador Sênior em Metrologia e Qualidade e coordena a área de Bioengenharia da Diretoria de Metrologia Aplicada às Ciências da Vida. Na Faculdade de Odontologia da Universidade Federal Fluminense é Professor Adjunto. Tem experiência na área de Biomateriais e Biologia Óssea, com ênfase em Bioengenharia, desenvolvendo estudos sobre a toxicidade de biomateriais, terapia celular, fatores de indução e modulação do reparo tecidual, desenvolvimento de tecidos equivalentes, métodos alternativos ao uso de animais e investigação de ensaios e novos biomarcadores da toxicidade de partículas nanométricas e materiais nanoestruturados. Atualmente coordena a Rede Nanotox e o projeto do CNPQ/MCTI para implantação da Rede Nacional de Métodos Alternativos. É membro do Conselho Nacional de Biotecnologia (CNB), Conselho Consultivo de Nanotecnologia/MCTI (CCNano) e coordenador do Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).


Rodrigo Guerino Stabeli
VPPLR/Fiocruz
Palestra indefinida | Tema sugerido: "Doenças negligenciadas, Saúde Pública e nanotecnologias"




Rodrigo Guerino Stabeli - VPPLR/Fiocruz
Vice-Presidência de Pesquisa e Laboratórios de Referência da Fiocruz
Palestra indefinida | Tema sugerido: "Doenças negligenciadas, Saúde Pública e nanotecnologias"

Rodrigo Stabeli concluiu seu doutorado em bioquímica pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto em 2003. Foi diretor de pesquisa e inovação do Instituto de Pesquisas em Patologias Tropicais de Rondônia - Ipepatro (2006-2009) e diretor da Fundação Oswaldo Cruz - unidade de Rondônia (2009-2013), onde exerce o cargo de especialista em saúde pública na área de biotecnologia e, professor adjunto IV da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Rondônia (RTP/20 - PGBIOEXP). Atualmente está exercendo o cargo de Vice-Presidente da Fiocruz, titular da pasta Vice-Presidência de Pesquisa e Laboratórios de Referência da Fiocruz - VPPLR/RJ. Stabeli é membro da Academia Brasileira de Ciências (2008), membro ordinário da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular , Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e Sociedade Civil e Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (Sbmt), foi membro titular do colegiado do curso de medicina e da pós-graduação em biologia experimental (2005 a 2012), professor e orientador do curso de pós-graduação (mestrado e doutorado) em biologia experimental do núcleo de saúde da Unir, coordenador do centro de estudos de moléculas aplicadas à medicina e professor e orientador do PPG doutorado da rede Bionorte. Foi nomeado em 2009 para o corpo diretor do comitê técnico científico da rede Bionorte de biotecnologia do Ministério da Ciência e Tecnologia - MCT. Em 07/05/2013 foi empossado membro Diretor da Rede Bionorte pelo MCTI (mandato 2013-15). Atuou ativamente para a criação e a recém implantação da Fundação Rondônia de Amparo, Desenvolvimento das Ações Científica, Tecnológicas e a Pesquisa do Estado de Rondônia, onde foi nomeado através do Decreto Lei 16803 - membro titular do Primeiro Conselho Curador desta Fundação.


Rubens Bernardes Filho
CNPDIA/Embrapa
Palestra: "Preservação de qualidade de frutas com o uso de filmes comestíveis"



Rubens Bernardes Filho - CNPDIA/Embrapa
Embrapa Instrumentação / Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Palestra: "Preservação de qualidade de frutas com o uso de filmes comestíveis"

Possui graduação em Licenciatura Em Física pela Universidade Federal de São Carlos (1985), mestrado em Física Aplicada (São Carlos) pela Universidade de São Paulo (1992), doutorado em Química (Físico-Química) pela Universidade de São Paulo (1998) e pós-doutorado pela Ludwig-Maximilians-Universität München (2006). Atualmente é Pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e Revisor de periódico da Scientia Agricola. Tem experiência na área de Física , com ênfase em Física Geral. Atuando principalmente nos seguintes temas: Espectroscopia, Microscopia, Proteína, Glúten, Trigo.


Welber Gianini Quirino
ICE/UFJF
Palestra: "Eletrônica orgânica: dispositivos orgânicos, materiais e métodos"



Welber Gianini Quirino - ICE/UFJF
Instituto de Ciências Exatas
Palestra: "Eletrônica orgânica: dispositivos orgânicos, materiais e métodos"

Possui graduação em Licenciatura Plena em Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP/2000), Mestrado em Física pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF/2003) e Doutor pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/Rio 2007). Atuou como Pesquisador/CNPq na Divisão de Metrologia de Materiais (Dimat) do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro/Rio de Janeiro) de 2005 a 2010. Atualmente trabalha como Professor do Ensino Superior no Departamento de Física da Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF (DE). Tem experiência na área de Física, com ênfase em Prop. Óticas e Espectrosc. da Mat. Condens; Outras Inter. da Mat. com Rad. e Part., atuando principalmente nos seguintes temas: OLEDs (Organic Light Emitting Diodes), Filmes Finos, Terras-Raras, Óxidos Condutores, Técnicas Espectroscópicas, Metrologia de Filmes Finos e Dispositivos Optoeletrônicos baseados em Compostos Orgânicos e Iluminação de estado sólido.

Adriana Passos de Oliveira
FF/UFRJ
Minicurso: "Nanocosméticos"



Adriana Passos de Oliveira - FF/UFRJ
Minicurso: "Nanocosméticos"

Nascida no Estado do Rio de Janeiro, possui graduação em Farmácia Industrial pela Universidade Federal Fluminense (2004), Mestrado em Química de Produtos Naturais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007) e Doutorado pelo mesmo instituto (2011) com período sanduíche no Departament of Pharmaceutical Sciences, Universidade de Basel, Suíça. Atualmente, é Professora Adjunta da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, na área de Tecnologia Farmacêutica Integrada. Atua na Pós-graduação stricto sensu em Biotecnologia Vegetal (PBV) da UFRJ. Foi professora Adjunta da Universidade Estadual da Zona Oeste, Rio de Janeiro, área de Farmacotécnica (2012) e professora Substituta do Departamento de Tecnologia Farmacêutica da Faculdade de Farmácia, UFF (2006-2010), onde atuou na disciplina de Controle de Qualidade Físico-Químico de Medicamentos. Participou de 4 eventos no exterior. Atua como referee no Journal of Medicinal Plants Research e Revista Brasileira de Farmácia. Participa de três projetos de pesquisa, sendo que coordena um destes. Tem experiência na área de Química dos Produtos Naturais e Tecnologia Farmacêutica, atuando principlamente nas seguintes áreas: bioprospecção de metabólitos secundários de plantas superiores, validação de metodologias analíticas e desenvolvimento de formulações submicrônicas tópicas (nano e microemulsões).
Currículo Lattes

Ementa
Ementa indefinida. O minicurso será ministrado em conjunto por ela e Deborah Quintanilha Falcão.

Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h às 17h;
04/12 (sexta-feira) - 10h às 13h.


Beatriz Ferreira de Carvalho Patrício
IBCCF/UFRJ
Minicurso: "Microscopia de Força Atômica (AFM)"



Beatriz Ferreira de Carvalho Patrício - IBCCF/UFRJ
Minicurso: "Microscopia de Força Atômica (AFM)"

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2009). Atualmente é doutoranda em Ciências Biológicas (Biofísica) no IBCCF. Em 2012, terminou o mestrado no mesmo Instituto. Foi bolsista PCI no Instituto de Engenharia Nuclear (IEN) de 2010-2012 e permanece como colaboradora de pesquisa de novas formulações de radiofármacos do IEN. Tem experiência na área de química orgânica, microscopia de força atômica, radiofarmácia e nanotecnologia. Currículo Lattes

Ementa
O curso pretende oferecer uma introdução teórica aos procedimentos de uso e análise do Microscópio de Força Atômica, com demostrações práticas. O Minicurso será ministrado em conjunto por ela e Gilberto Weissmüller.

Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h às 15h;
03/12 (quinta-feira) - 14h às 15h.


Deborah Quintanilha Falcão
FF/UFF
Minicurso: "Nanocosméticos"



Deborah Quintanilha Falcão - FF/UFF
Minicurso: "Nanocosméticos"

Possui graduação em Farmácia pela UFRJ (1997), mestrado em Ciências Farmacêuticas pela UFRJ (2003), doutorado em Química de Produtos Naturais pela UFRJ e em "Sciences Chimiques et Biologiques pour la Santé" pela "Université Montpellier I" (França) (2007) e pós-doutorado em uma parceria entre o Instituto Oswaldo Cruz (IOC) e Far-Manguinhos, Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Atualmente é Professora Adjunto III de Tecnologia Farmacêutica da Faculdade de Farmácia da UFF. Tem experiência nas áreas de Química de Produtos Naturais e Nanotecnologia Farmacêutica, atuando principalmente no desenvolvimento e controle de formulações submicrônicas tópicas (nano e microemulsões) e sistemas de vetorização de fármacos fitoterápicos (ciclodextrina e nanopartículas).
Currículo Lattes

Ementa
Ementa indefinida. O minicurso será ministrado em conjunto por ela e Adriana Passos de Oliveira.

Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h às 17h;
04/12 (sexta-feira) - 10h às 13h.


Daniel Leandro Rocco
IF/UFF
Minicurso: "Nanopartículas magnetoresistivas e half-metals: aplicações em leitura/armazenamento de dados e spintrônica"



Daniel Leandro Rocco - IF/UFF
Minicurso: "Nanopartículas magnetoresistivas e half-metals: aplicações em leitura/armazenamento
de dados e spintrônica"

Possui graduação em Física Bacharelado pela Universidade Estadual de Maringá (1999), mestrado em Física pela Universidade de São Paulo (2002) e doutorado em Física pela Unicamp (2006). Tem experiência na área de Física, com ênfase em Física, atuando principalmente nos seguintes temas: efeito magnetocalórico, preparação de materiais cerâmicos (manganitas) pelo método cerâmico, sol-gel e LHPG, preparação de ligas metálicas por forno a arco e metalurgia do pó. Currículo Lattes

Ementa
Neste minicurso falarei sobre nanopartículas de mangantias e de ligas Heusler. As manganitas apresentam potencial para aplicações em sensores magnetoresistivos que são responsáveis pela leitura de informação em um disco rígido, por exemplo. Enquanto que as ligas Heusler são meio-metais, que significa que a condução eletrônica no material é spin-polarizada, ou seja, apenas os elétrons com spin para cima ou para baixo participam da corrente elétrica, este tipo de material tem aplicações diretas em spintrônica.
Mais especificamente será abordado como se produz nanopatículas desses materiais, qual o tipo de caracterização básica que nos permite definir tamanho e morfologia dessas nanoestruturas e por fim como utilizar estes materiais para construção de um dispositivo.

Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h às 16h;
03/12 (quinta-feira) - 14h às 16h;
04/12 (sexta-feira) - 10h às 12h.


Emerson Oliveira da Silva
IMA/UFRJ
Minicurso: "Nanocompósitos de biopolímeros aplicados em liberação modificada de fármacos"



Emerson Oliveira da Silva - IMA/UFRJ
Minicurso: "Nanocompósitos de biopolímeros aplicados em liberação modificada de fármacos"

Possui graduação em Licenciatura Plena Em Química pela Universidade Federal de Mato Grosso (2002) e doutorado em Ciência e Tecnologia de Polímeros pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007). Atualmente é membro suplente do Conselho de Ensino para Graduados (CEPG/UFRJ), diretor substituto do Instituto de Macromoléculas Professora Eloisa Mano da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IMA/UFRJ) e Coordenador do Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia de Polímeros (Conceito 7 na CAPES). Tem experiência na área de Materiais, com ênfase em Polímeros e Colóides, atuando principalmente nos seguintes temas: polímeros naturais, polímeros biodegradáveis, caracterização de polímeros, nanotecnologia e síntese de polímeros. Currículo Lattes

Ementa
Introdução aos polímeros; Biopolímeros; Sistemas de liberação de fármacos; Nanocompósitos poliméricos; Aplicação da nanotecnologia na forma farmacêutica de comprimidos.

Pré-requisitos
Noções de química (principalmente química-orgânica). Preferencialmente alunos de graduação em química ou farmácia (não-obrigatório).
Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h às 17h;
03/12 (quinta-feira) - 14h às 17h;
04/12 (sexta-feira) - 11h às 13h.


Fábio Ceneviva Lacerda Almeida
IBqM/UFRJ, CNRMN
Minicurso: "RMN e a Nanobiotecnologia"



Fábio Ceneviva Lacerda Almeida - IBqM/UFRJ
Instituto de Bioquímica Médica / Centro Nacional de Ressonância Magnética Nuclear
Minicurso: "RMN e a Nanobiotecnologia"

Possui graduação na Faculdade de Ciências Farmacêuticas pela Universidade de São Paulo (1988), doutorado em Ciências Biológicas (Bioquímica) pela Universidade de São Paulo (1994) e pós-doutorado na área de ressonância magnética nuclear de proteínas na Universidade da Pensilvania. Atualmente é professor associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro(UFRJ). Tem experiência na área de Bioquímica, com ênfase em RMN de Proteínas, atuando principalmente nos seguintes temas: Estrutura e Dinâmica de Proteínas. Tem forte atuação junto a comunidade de ressonância magnética nuclear no país, estando como presidente da Associação de Usuário de Ressonância Mangética Nuclear (AUREMN). Na UFRJ também atua como Vice Diretor do Instituto de Bioquímica Médica e Diretor do Centro Nacional de Ressonância Magnética Nuclear (CNRMN)/Unidade de Biologia Estrutural do CENABIO e juntos às comissões PIBIC/CNPq e de Gases Liquifeitos . O laboratório do Prof. Fabio C. L. Almeida (RMN de Biomoléculas - BioNMR) tem prestado contribuição expressiva em biologia estrutural, com ênfase em estrutura e dinâmica de proteínas em solução. Foi pioneiro na determinação de estrutura de proteínas em solução no Brasil, determinando em 2002 a estrutura da defensina PSD1, publicado no Journal of Molecular Biology. O laboratório BioNMR determinou mais de 21 estruturas depositadas no protein data bank . Tem importantes publicações em estrutura e dinâmica de proteínas por RMN. O Laboratório BioNMR contribuiu significativamente para estabelecer a relação que hoje é totalmente aceita na literatura entre a dinâmica de proteínas e o reconhecimento molecular. O grupo mostrou a participação de estados conformacionais pouco populados, ditos estados excitados, no reconhecimento molecular das defensinas SD5 e Psd1 por membrana bem como a participação destes estados conformacionais pelo peptídeos de fusão do vírus VSV. Mostrou também a participação de estados excitados em catálise de tioredoxinas. Atualmente o grupo de pesquisa persegue a determinação da estrutura destes estados excitados. Para isso se associou ao professor Dmitry Korzhnev University of Connecticut Health Center , que foi pioneiro neste método. O prof. Korzhnev é pesquisador visitante especial no programa Ciências sem Fronteiras coordenado pelo Prof. Fabio C. L. Almeida. O grupo BioNMR detém diversas patentes junto com a Universidade do Texas pela participação no desenvolvimento de inibidor de VEGF que se mostrou ativo na inibição da angiogênese. A RMN foi essencial neste desenvolvimento que também resultou em diversas publicações científicas. O prof. Fábio C. L. Almeida e o laboratório BioNMR atuou nos últimos 3 anos no desenvolvimento de metodologia de síntese do peptídeo biologicamente ativo Octreotida. O projeto é uma colaboração entre a UFRJ (Lab. BioNMR), o Instituto Vital Brasil RJ e a empresa Hygeia Pesquisa e Desenvolvimento em Biotecnologia Aplicada em parceria com o Ministério da Saúde. O projeto visa a comercialização e nacionalização da produção deste fármaco peptídico no Brasil. Currículo Lattes

Ementa
O minicurso será ministrado em conjunto por ele e Viviane Silva de Paula.
- Introdução à RMN
- Determinação da estruturas de biomoléculas em solução
- Impacto em Nanobiotecnologia

Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h-17h; 03/12 (quinta-feira) - 14h-17h.


Gilberto Weismüller
IBCCF/UFRJ
Minicurso: "Microscopia de Força Atômica (AFM)"



Gilberto Weismüller - IBCCF/UFRJ
Minicurso: "Microscopia de Força Atômica (AFM)"

Possui graduação em Bacharelado Em Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1985), Mestrado Em Ciências Físicas pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (1988) e Doutorado Em Ciências Naturais - Technische Universität München (1995). Atualmente é professor Associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Física, com ênfase em Biofísica, atuando principalmente nos seguintes temas: Microscopia de Força Atômica, Espectroscopia de Força e Ressonância de Plasmons de Superfície. As questões de interesse são, entre outras, nanotecnologia, as interações moleculares (entre proteínas e destas com DNA e membranas biológicas), propriedades elásticas e adesivas de superfícies e a interação de partículas virais com membranas. Currículo Lattes

Ementa
O curso pretende oferecer uma introdução teórica aos procedimentos de uso e análise do Microscópio de Força Atômica, com demostrações práticas. O minicurso será ministrado em conjunto por ele e Beatriz Patrício.

Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h às 15h;
03/12 (quinta-feira) - 14h às 15h.


Glauciene Paula de Souza Marcone
IFRJ
Minicurso: Título indefinido | Tema: Ação bactericida de Nanomateriais e Bionanosegurança



Glauciene Paula de Souza Marcone - IFRJ
Minicurso: Título indefinido | Tema: "Ação bactericida de Nanomateriais e Bionanosegurança"

Concluiu o curso técnico em Saneamento Ambiental no Instituto Federal da Paraíba em 1999. Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal da Paraíba, UFPB (2004), graduação em Licenciatura em Química pela UFPB (2006), mestrado em Química pela UFPB (2006) e doutorado em Doutorado em Quimica - pela Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP (2011). Desde 2011 é docente no Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), atuando no ensino, pesquisa e extensão. Em 2013 iniciou atividades como pesquisadora visitante na Fundação o Oswaldo Cruz (Fiocruz). Tem experiência na área de Química Analítica, com ênfase em Química Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: nanomateriais, contaminantes emergentes, ecotoxicidade de nanomaterais e quimiometria. Desenvolve projetos de extensão universitária na área de biossegurança, com ênfase em segurança química.
Ementa
Ementa indefinida.

Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h às 17h;
03/12 (quinta-feira) - 14h às 17h;
04/12 (sexta-feira) - 10h às 12h.


Isabel Cristina dos Santos Carvalho
Departamento de Física/PUC-Rio
Minicurso: "Nano-fotônica em sensoriamento com fibras ópticas"



Isabel Cristina dos Santos Carvalho - PUC-Rio
Departamento de Física
Minicurso: "Nano-fotônica em sensoriamento com fibras ópticas"

Possui graduação em Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1979), mestrado em Física - University of British columbia (1984) e doutorado em Física pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1991). Atualmente é professor associado da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Física, com ênfase em Prop. Óticas e Espectrosc. da Mat. Condens; Outras Inter. da Mat. com Rad. e Part., atuando principalmente nos seguintes temas: vidros, fibra óptica, polarização, dobra de frequência e fibras ópticas. Currículo Lattes

Ementa
Fibras ópticas são utilizadas no desenvolvimento de sensores que atuam nas propriedade ópticas de nanopartículas metálicas em meio dielétricos. Será apresentada uma introdução às propriedades e características de fibras ópticas de vidro, assim como o método de fabricação e de caracterização de Nanopartículas (NP) de ouro em substratos vítreos e em fibras ópticas.

A investigação do desenvolvimento de um sensor a fibra óptica baseado em ressonância plasmônica de superfície localizada (Localized Surface Plasmon Resonance - LSPR) é apresentada. LSPR é um fenômeno presente na interface entre as nanopartículas metálicas e um meio dielétrico que produz uma banda de absorção de plasmon de superfície dependente do tipo de metal, geometria da partícula e do meio no qual as partículas estão inseridas. Mudanças no meio, em que se encontram as nanopartículas, levam a um deslocamento na banda de absorção, permitindo que sensores de LSPR sejam utilizados para diversas aplicações. A utilização de fibras ópticas como o meio dielétrico é vantajosa, pois a luz é confinada dentro da fibra o que provê robustez, fácil manuseio e possibilidade de processamento da luz, além de possibilitar arquiteturas de rede de sensores distribuídos e multiplexados.

Nanopartículas (NP) de ouro em substratos vítreos e em fibras ópticas são fabricadas e caracterizadas quanto à morfologia e às propriedades ópticas lineares. O estudo mostra a viabilidade do uso destes sistemas nanopartículas-vidro para o desenvolvimento de sensor de índice de refração, utilizando-se uma configuração de reflexão e baseando-se em LSPR (Localized Surface Plasmon Resonance) de nanopartículas metálicas em substratos vítreos. A resposta do sensor foi validada com líquidos padrões de índice de refração. Demonstra-se também que este sensor pode ser usado para imuno-enssaio do vírus da Dengue.

Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h às 17h;
03/12 (quinta-feira) - 14h às 17h.


Marcelo Eduardo Huguenin Maia da Costa
CTC/PUC-RIO
Minicurso: "Carbono Nano-estruturado: síntese e propriedades"



Marcelo Eduardo Huguenin Maia da Costa - PUC-Rio
Centro Técnico Científico
Minicurso: "Carbono Nano-estruturado: síntese e propriedades"

Cursou a graduação em Física pela Universidade Estadual de Campinas (1997), mestrado (2001) e doutorado (2005) em Física pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Realizou pós-doutorado na Universidade Estadual de Campinas (2005) na área de materiais nanoestruturados à base de carbono e no Instituto Nacional de Metrologia Normalização e Qualidade Industrial-RJ (INMETRO) (2006). Tem experiência na área de Física da matéria condensada experimental, com ênfase em materiais nanoestruturados a base de carbono. Currículo Lattes

Ementa
Neste minicurso será discutido brevemente as diferentes formas de carbono nanoestruturado, como identificar, como sintetizar e finalmente as suas principais propriedades.

1 - Carbono nano-estruturado
      1.1 - Identificação das diferentes formas de carbono nanoestruturado
2 - Carbono tipo diamante
      2.1 - Síntese
      2.2 - Propriedades
3 - Nanotubos de Carbono
      3.1 - Síntese
      3.2 - Classificação
      3.3 - Propriedades
4 - Grafeno
      4.1 - Síntese
      4.2 - Propriedades

Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h às 17h;
03/12 (quinta-feira) - 14h às 17h.


Oswaldo Luiz Alves
IQ/UNICAMP
Minicurso: "Nanotecnologia & Nanocompósitos: técnicas de síntese, caracteriação avançada e interação com biossistemas"



Oswaldo Luiz Alves - IQ/UNICAMP
Minicurso: "Nanotecnologia & Nanocompósitos: técnicas de síntese, caracteriação avançada e interação com biossistemas"

Professor Titular do Instituto de Química da UNICAMP. Fundador/Coordenador Científico do Laboratório de Química do Estado Sólido (LQES). Visiting Professor (Université de Lille, 1981, França). Interesse de pesquisa: materiais avançados e nanotecnologia. Publicou mais de 230 trabalhos e depositou 27 patentes (02 internacionais). Formou 25 mestres e 26 doutores. Membro do Conselho Deliberativo do CNPq (2001-2005). Coordenou o Projeto de Prospecção em Nanociência e Nanotecnologia do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) (2004-2006). Pertence a várias sociedades científicas, dentre elas a Sociedade Brasileira de Química da qual foi presidente no biênio 1998/2000. Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências e da Academia de Ciências do Estado de São Paulo. Comenda Nacional do Mérito Científico do Governo Brasileiro. Prêmio ABIQUIM de Inovação Tecnológica (2009). Autor da Cartilha sobre Nanotecnologia, publicada pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), 2010. Editor Regional (América Latina) do periódico Recent Patents on Nanotechnology, 2010 (EUA). Prêmio Inventores 2011 – Tecnologia Absorvida pelo Mercado-, INOVA/Unicamp). Prêmio de Reconhecimento pelas Atividades na Graduação (2012). Coordenador Científico do Laboratório de Síntese de Nanoestruturas e Interação com Biossistemas (NanoBioss/SisNano) (2013). Membro da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (2012). Em 2013 recebeu a Medalha Revista Virtual de Química (RVQ) da Sociedade Brasileira de Química. Prêmio Inventor 2014 - Patente Concedida, Universidade Estadual de Campinas/ INOVA (2014). Fellow of The World Academy of Sciences (TWAS), 2014. Fellow of Royal Society of Chemistry (FRSC), 2015. Membro da Conselho Editorial da revista Scientific American-Brasil (2015). Prêmio de Reconhecimento Acadêmico "Zeferino Vaz" (2015). Currículo Lattes

Ementa
O Laboratório de Química do Estado Sólido (LQES) do Instituto de Química da Unicamp, adquiriu ao longo de muitos anos da atividades uma importante experiência na preparação, caracterização avançada de nanomateriais e nanocompósitos, envolvendo vários tipos de nanomateriais tais como: quantum-dots, nanocristais semicondutores, nanotubos e nanofios inorgânicos, nanosílica porosa, nanotubos de carbono, óxido de grafeno e carbon-dots. Além dos aspectos colocados, vários destes materiais foram estudados em termos de sua interação com biossistemas ( bactérias, microorganismos aquáticos, peixes e células cancerígenas). Neste curso procuraremos compartilhar estas expertises, usando cases e desenvolvimentos realizados no LQES (plataformas CiGeNanotox e NanoBioss/SisNano).

Datas
04/12 (sexta-feira) - 09h às 16h.


Rafael Rodrigos Del Grande
Nanotecnologia/UFRJ
Minicurso: "Criando o seu próprio programa de dinâmica molecular em python"



Rafael Rodrigos Del Grande - Nanotecnologia/UFRJ
Minicurso: "Criando o seu próprio programa de dinâmica molecular em python"

Possui graduação em Nanociência e Natecnologia - Ênfase: Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro(2014).
Currículo Lattes

Sobre o minicurso
Usando um pouco de programação e um pouco de ciência podemos ir muito longe! Nesse curso vou mostrar como criar um programa de dinâmica molecular simples em python para um gás nobre e obter uma série de propriedades interessantes como viscosidade e capacidade térmica. Depois dessa introdução ficará mais fácil entender e trabalhar com códigos profissionais ou desenvolver o seu próprio.

Ementa
- Motivação: Overview de técnicas computacionais
-Integradores
-Potenciais e campos de força
-Teoria de ensembles e banho térmico
-Calculo de propriedades termodinâmicas

Datas
04/12 (sexta-feira) - 09h às 12h.


Renata Antoun Simão
COPPE/UFRJ
Minicurso: "Produção e Caracterização de Superfícies Superhidrofóbicas"



Renata Antoun Simão - COPPE/UFRJ
Minicurso: "Produção e Caracterização de Superfícies Superhidrofóbicas"

Possui graduação em Fisica pelo Instituto de Física (1985), mestrado em Física - Departamento de Física dos Sólidos (1990) e doutorado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995). Atualmente é professor associado no Programa de Engenharia Metalúrgica e de Materiais na COPPE - UFRJ. Tem experiência na área de Enegnharia de Materiais e Física, com ênfase em Superfícies e Interfaces; atuando principalmente na modificação, estruturação e funcionalização e caracterização de superfícies. Dentre as técnicas de caracterização de superfícies trabalha intensamente em microscopia de ponta de prova, principalmente microscopia de varredura de força (AFM), microscopia de força magnética (MFM), identificação e caracterização de fases e adesividade superficial. Atua também na modificação de superfícies através de tecnologia de plasma para se obter superfícies com propriedades específicas como hidrofobicidade, estabilidade química e propriedades ópticas, elétricas e magnéticas. Foi a primeira coordenadora do curso de graduação em Nanotecnologia da UFRJ de 2010 a 2012. Atualmente é coordenadora dos cursos de engenharia metalúrgica e engenharia de materiais desde janeiro de 2012 e membro da coordenação do curso de graduação em nanotecnologia iniciado em 2010. Currículo Lattes

Ementa
Ementa indefinida.

Datas
03/12 (quinta-feira) - 13 às 17h; 04/12 (sexta-feira) - 13 às 17h.


Ricardo Cunha Michel
IMA/UFRJ
Minicurso: "Impressão 3D"



Ricardo Cunha Michel - IMA/UFRJ
Minicurso: "Impressão 3D"

Bacharel em Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1992), mestre em Química pela mesma universidade (1995) e doutor em Ciências, em Ciência e Tecnologia de Polímeros, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999). Atualmente é professor adjunto do Instituto de Macromoléculas, na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Currículo Lattes

Ementa
Ementa indefinida.

Datas
04/12 (sexta-feira) - 08h às 17h.


Rosane Aguiar da Silva San Gil
IQ/UFRJ
Minicurso: "Fundamentos e Aplicações da RMN de Sólidos na Nanociência e Nanotecnologia"



Rosane Aguiar da Silva San Gil - IQ/UFRJ
Minicurso: "Fundamentos e Aplicações da RMN de Sólidos na Nanociência e Nanotecnologia"

Química Licenciada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1977), Mestre em Química Orgânica (influência da viscosidade em reações de troca rápida estudada por RMN em solução) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1982), Doutor em Química Orgânica (reações de Friedel-Crafts com ácidos halogenados e benzeno) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990). Professor Associado IV do Instituto de Quimica da UFRJ. Membro da Diretoria da Associação de Usuários de RMN (AUREMN). Visitante Senior dos Laboratorios de RMN de Sólidos do IRC, Lyon, França (2002) e Université Paul Cezanne, Marseille, França (2004, 2006). Coordenadora do Laboratório de RMN de Sólidos (400MHz) do IQ-UFRJ (2009- presente) e do setor de RMN multinuclear do Laboratório de RMN em Solução (300MHz) do IQ-UFRJ (2001- presente). Linhas de pesquisa: Aplicações da RMN de Sólidos na caracterização de polimorfismo em fármacos, catalisadores (óxidos, silicas funcionalizadas, zeólitas e outros), biomassa, e caracterização e aplicações de nanomateriais; Funcionalização de argilas para reações ácido-base, reações de Friedel-Crafts, e produção de biocombustiveis a partir de rejeitos (oriundos da industria de cafe e da industria de óleos comestiveis). Currículo Lattes

Ementa
Ementa indefinida.

Datas
04/12 (sexta-feira) - 10h-13h, 14h-17h.


Robson Pacheco Pereira
IME
Minicurso: "Sensores eletroquímicos baseados em materiais nanoestruturados"



Robson Pacheco Pereira - IME
Minicurso: "Sensores eletroquímicos baseados em materiais nanoestruturados"

Possui graduação em Química (2000) e doutorado em Físico-Química (2005) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente, é Professor no Instituto Militar de Engenharia (IME), e já foi professor adjunto na Universidade Federal Fluminense, no Instituto de Ciências Exatas e no Departamento de Engenharia Química da Escola de Engenharia. Desenvolve projetos de pesquisa nas áreas de nanotecnologia, materiais, eletroquímica, biossensores e química teórica, visando o desenvolvimento de tecnologias para a área de Defesa. Tem experiência em Química de Materiais e Nanotecnologia, desenvolvendo trabalhos em Físico-Química de Polímeros, nanotecnologia, cinética, eletroquímica de sólidos, materiais poliméricos nanoestruturados e dispositivos de conversão e armazenamento de energia. Atua como professor no curso de Pós-Graduação em Engenharia de Petróleo e Gás Natural da UFF e já desenvolveu trabalhos em eletroquímica de sólidos e caracterização de nanoestruturas poliméricas por técnicas de Luz Síncrotron.
Ementa
Nanotecnologia: histórico, abordagens e métodos;
Dispositivos baseados em materiais nanoestruturados;
Sensores eletroquímicos: princípio de operação e aplicações;
Sensores bioeletroquímicos: princípio de operação e aplicações.

Pré-requisitos
Conhecimentos de estrutura química, ligações e interações intermoleculares, fundamentos de termodinâmica e eletroquímica.

Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h-17h;
03/12 (quinta-feira) - 14h-17h.


Viviane Silva de Paula
CNRMN/IBqM
Minicurso: "RMN e a Nanobiotecnologia"



Viviane Silva de Paula - CNRMN/IBqM
Centro Nacional de Ressonância Magnética Nuclear
Minicurso: "RMN e a Nanobiotecnologia"

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005), mestrado (2007) e doutorado (2010) em Química Biológica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é Professora Adjunta no Polo de Xerém da Universidade Federal do Rio de Janeiro e realiza pesquisas no Centro Nacional de Ressonância Magnética Nuclear/IBqM. Desenvolve projeto de pesquisa de caracterização estrutural de proteínas de membrana e complexos moleculares e na determinação de estrutura e dinâmica de proteínas. Tem experiência na área de bioquímica de proteínas, com ênfase em Biologia Estrutural, atuando principalmente nos seguintes temas: RMN de macromoléculas, estrutura, dinâmica molecular, interação proteína-biomoléculas, docking molecular, produção de proteínas de membrana em Nanodiscos. Currículo Lattes

Ementa
O minicurso será ministrado em conjunto por ela e Fábio Ceneviva Lacerda Almeida.
- Introdução à RMN
- Determinação da estruturas de biomoléculas em solução
- Impacto em Nanobiotecnologia

Datas
02/12 (quarta-feira) - 14h-17h;
03/12 (quinta-feira) - 14h-17h.




LABNano - CBPF

O Laboratório Multiusuário de Nanociência e Nanotecnologia (LABNANO) integra um conjunto de sistemas e serviços abertos à comunidade científica, tecnológica brasileira e visa dar suporte para o desenvolvimento nacional em ciência, tecnologia e inovação na nanoescala, com ênfase em nanofabricação.

Data: 04/12 (sexta-feira) - 14 às 16h.


LACAT - INT

Mais informações em breve.






Topo